Programa ComputAÇÃO HUMANA

Em 18/11/19 13:51 Atualizada em 23/07/20 16:41

Logo computação humana

O Programa ComputAÇÃO HUMANA reúne um conjunto de ações voltadas para os alunos, quer sejam de graduação ou de pós-graduação, técnico-administrativos, professores e comunidade em geral, com vistas a melhorar os três eixos relacionados à saúde:

  • Eixo físico: promover a interação, o bem-estar físico da comunidade do INF e da sociedade por meio de palestras e ações relacionadas à boa alimentação, prática de esportes, entre outros. Desta forma, refutando práticas sedentárias e estabelecendo uma cultura de valorização do vigor físico e consequentemente uma melhor disposição mental.

  • Eixo mental: contribuir com atitudes relacionadas à saúde mental, em especial motivação, valorização da vida, adotando uma visão positiva de ver a vida. Conscientizar a comunidade em relação a problemas como ansiedade, mal-estar psicológico, estresse continuado, depressão, dependência de álcool e outras drogas, déficit de atenção, entre outras. Desarraigar o preconceito relacionado ao sofrimento psíquico.

  • Eixo social: desenvolver hábitos relacionados ao bem-estar da comunidade como um todo e do meio ambiente, promovendo gincanas, ações contra a dengue, campanhas doação de sangue, de alimentação, de brinquedos e de agasalho. Assim, cultivando um olhar crítico para questões relacionadas às diferenças, à intolerância, aos preconceitos e à política. Desta forma, estabelecendo uma visão humana, coletiva, consciente, ética e crítica sobre o impacto da sua atuação, enquanto ser na sociedade, quanto à responsabilidade social e quanto à sua vida profissional.

     

Por meio desse Programa, o Instituto de Informática buscará propiciar um aumento da qualidade de vida em sua comunidade, promovendo o bem-estar físico, social e emocional.


Atualmente, temos 1 projeto do eixo físico (Corpo em Ação), um projeto do eixo mental (#Fale Aí) e 2 projetos do eixo social (ADAs e Playground da Programação).

O
Projeto ADAs visa incentivar as meninas a ingressarem e permanecerem nos cursos oferecidos pelo Instituto de Informática. A luta do projeto é contra qualquer diferenciação de oportunidades de trabalho e de reconhecimento com relação ao gênero, e tem como finalidade valorizar as mulheres que fizeram e fazem história na computação, contribuindo para a disseminação da ideia de que computação também é para mulheres. Esse projeto também tem como objetivo mostrar que o gênero não determina a capacidade cognitiva da pessoa e que as mulheres são capazes de grandes feitos, seja em computação ou em qualquer outra área. Ele é um projeto parceiro do Programa Meninas Digitais da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Coordenadora: Prof.ª Dr.ª Elisângela Silva Dias. Para mais informações: sites.google.com/view/projeto-adas.

O
Projeto Corpo em Ação visa principalmente educar para a saúde, levando em conta os aspectos envolvidos na formação de hábitos e atitudes que acontecem no dia-a-dia​, sejam eles relacionados à boa alimentação, prática de esportes, ergonomia, pensamento coletivo, mobilidade, meio ambiente, entre outros. Ele se inicou em Outubro de 2017. Coordenador: Prof. Dr. Renato de Freitas Bulcão Neto.


O
Projeto #Fale Aí - Compartilhando ideias é um projeto com reuniões mensais oferecidas para alunos, professores e servidores para trocas de ideias sobre algum tema que seja de interesse para a comunidade. A ideia é fornecer uma possibilidade de interlocução e de escuta entre os membros da comunidade do INF, mostrando alternativas, esclarecendo dúvidas, compartilhando conhecimentos e novas perspectivas diretamente envolvidas com a vida mental. Ele se iniciou em Abril de 2017 e já começou a apresentar frutos. Coordenadora: Prof.ª Dr.ª Luciana de Oliveira Berretta.


O
Projeto Playground da Programação se baseia nos conceitos relacionados à gamificação e na sua utilização para tornar o processo de aprendizagem mais lúdico e interessante para as crianças. Isto se dá não somente nos programas utilizados, mas em toda a concepção do curso em si, que se baseia nos seguintes princípios: solução de problemas, interatividade, alcance de objetivos, trabalho em equipe e linguagem tecnológica. Tem como objetivo principal o ensino de noções básicas de algoritmos e programação através de programas lúdicos para crianças de 8 a 14 anos em alguma instituição de ensino. Coordenadora: Prof.ª Dr.ª Deborah Silva Alves Fernandes.


 

Projetos Finalizados

O Projeto Mundo na Ponta dos Dedos tem como objetivo principal o desenvolvimento de treinamento em informática em dois níveis: básico e profissional. Os principais resultados esperados são: - fornecer o acesso à informática para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social; - formar mão-de-obra capacitada a entrar no mercado de trabalho. Ele se iniciou em Maio de 2017 no CECOM (Centro de Educação Comunitária de Meninas e Meninos)e se encerrou em Dezembro de 2018..

 

ANTERIORES A 2018

 

Anexo Tamanho
Edital n.1 - Programa computAÇÃO HUMANA.pdf 116.75 KB
Homologação de inscrições.pdf 105 KB
Resultado final.pdf